segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Pra cima com a viga, moçada!


Não vou entrar em detalhes técnicos, deixo isso pros jornais e revistas. Mas, vamos e venhamos, esse despencar de viadutos na Régis Bittencourt é uma tremenda pouca vergonha - pra dizer o mínimo. Um engenheiro que fajuta os cálculos ou troca o material usado na construção por outros de qualidade inferior - sabendo do risco que pode causar - é o que os antigos chamariam de criminoso.

Espero sinceramente que os profissionais envolvidos na construção dessa obra estejam sem pregar o olho desde sexta-feira. Eles deveriam sofrer de insônia desde que trocaram o cimento bom por um meia boca, mas não se pode esperar demais de quem aceita entrar num jogo desses. É bem capaz de acharem logo o culpado - algum peão de obra, de cabeça chata e sotaque arretado, daqueles que não têm dinheiro nem pra recarregar o bilhete único. Afinal, é ano eleitoral e o peso das vigas pode sobrar pra muito mais gente.

Espero não estar sendo imparcial demais - e é claro que estou - mas vocês não ficam espantados com a péssima qualidade dos empreiteiros contratados pelo Estado para dar cabo de obras tão grandiosas? É notoriamente conhecida a guerra que quase todo mundo trava com pedreiros e empreiteiros quando decide construir ou reformar a casa (sou exceção, o mestre Juraci, que cuidou das melhorias do meu cafofo, é um lorde pontual e caprichoso) - mas o azar que o Governo do Estado tem é chocante.

Lembram da linha amarela do metrô? Até tatuzão desencontrado apareceu - veio um de um lado pra encontrar o outro - e os túneis estavam desalinhados! Sem falar na barbaridade que foi o desabamento em Pinheiros, matando gente que não tinha nada a ver com o pato. Vai ver que o critério de escolha das empreiteiras é o mesmo que o Zé Bonitinho do Mal usou pra escolher o reitor da USP - não pega o mais votado, não. Nem o melhor... Pega, deixa eu ver... ah, pega esse aqui. Isso é típico de quem ficou em segundo lugar...
Pensando bem mesmo... Se o PSDB entendesse de construção, o símbolo deles não seria um tucano. Seria um joão de barro. Aquele passarinho de bico desproporcional explica tudo!

11 comentários:

  1. O cara é tão ruim, mas tão ruim de governo que na propaganda dele (paga por nós) as maiores benfeitorias são uma agência de empregos pela internet e o maravilhoso, indispensável, fundamental e carésimo museu do futebol!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que Serra é inocente. O culpado mesmo é Geraldo Alckmin, essas obras foram licitadas por ele. Ele desativou os departamentos de acompanhamento de projetos e de fiscalização, do Metrô. Imagine empreiteiro fiscalizando a si mesmo mesmo, só podia dar no buraco de Pinheiros, mas eram os primeiro quinze dias do governo Serra.

    Mas o fato é que são todos tucanos, que se auto-intitulam grandes executivos. E corremos sério risco de ver "Alkmin, o medíocre" de volta.
    Hoje passei numa ponte nova e fiquei com um medo dela desabar.
    Veja se isso é sentimento para se ter num estado cujo território é maior do que o do Reino Unido e que detém 33% da riqueza de um país que será o sexto mais rico do mundo nos próximos vinte anos.

    ResponderExcluir
  4. o q me preocupa é esse interesse nas eleições. disseram q pela primeira vez o iptu vai diminuir de custo. claro, é época de eleição. tudo é pra faturar mais, ganhar mais, produzir mais. e ainda os q mais sacaneiam parecem ser os q mais ganham dinheiro e conseguem visibilidade. não sei, ando desiludida, não só nessa questão. parece q o q menos importa é a vida. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  5. Mário,
    adorei o meta-título apanhador no campo de centeio. Parece os velhos tempos do Viagem no estadão.

    O inquérito "rigoroso" com certeza revelará que o Zeferino não mexeu o concreto da esquerda pra direita, que é o jeito certo. Até sociólogo formado pela Sorbonne sabe disso.

    ResponderExcluir
  6. acabo de ler q o kassab está pensando em aumentar o iptu em 60%.

    ResponderExcluir
  7. Pedrita: o aumento do IPTU está 'intimamente' ligado ao aumento do salário do Gibinha, o Alcaide. Percebe?

    ResponderExcluir
  8. É tipo condomínio. A gente se junta, faz uma vaquinha e paga o salário da quadrilha. Em troca, eles derrubam viaduto em cima da nossa cabeça.
    Alguém me explica como um caminhão com produto químico tomba numa avenida reta?

    ResponderExcluir
  9. Pedrita

    A sensação de que "o que menos importa é a vida" também me acompanha. Para isso existe a esperança, valho-me dela nessas horas. Muita coisa muda para melhor, pode ter certeza, embora durante o processo a gente não perceba e tenha essa sensação de paralisia.

    ResponderExcluir
  10. Mário,
    Eu vou explicar oque aconteceu para vc entender direitinho. O problema começou no apagão. Os engenheiros estavam sem lanterna para revisar os últimos cálculos e acabaram instalando a viga no escuro. Claro que o culpado é o Severino que esqueceu de comprar pilhas pra lanterna... Aquele mesmo que estava mexendo o concreto ao contrário.

    ResponderExcluir
  11. Foram alguns pedaços de concreto lá daquele viaduto que voaram até a Av. Bandeirantes, atrapalhando o motorista do caminhão, que perdeu o controle, etc. Simples assim.

    ResponderExcluir